Liderando Com Inteligência: O Impacto Da Ia Generativa Nos Negócios - Post

A inteligência artificial generativa emergiu como uma força poderosa com o potencial de transformar a produtividade e a eficiência nos negócios.

IA generativa é um subcampo da inteligência artificial que se concentra na criação de modelos capazes de gerar novos dados ou conteúdos com base nos dados em que foram treinados. Isso significa que aplicações abrangentes dessa tecnologia abrem caminho para a automação de tarefas, desenvolvimento de conteúdo criativo e até mesmo análises detalhadas.

 

O Impacto da Inteligência Artificial

De acordo com um relatório da McKinsey & Company, a IA generativa tem o potencial de ser a próxima fronteira da produtividade. O relatório sugere que essa tecnologia poderia contribuir com até $4,6 trilhões por ano para a economia global até 2030, o que corresponderia a aproximadamente 5,5% do PIB global em 2020, estimado em cerca de $84 trilhões.

O relatório destaca ainda que a IA generativa pode ser uma ferramenta valiosa para inovação e resolução de problemas. Ela pode automatizar processos complexos e criar experiências personalizadas para os clientes. Por exemplo, na área de programação, ela pode aprender a escrever código a partir de instruções simples dadas em linguagem comum, como é o caso do Github Copilot, permitindo que os programadores se concentrem em projetar o código e organizar o sistema.

Essa capacidade de criação e automatização é particularmente relevante na atual era digital, onde as empresas estão constantemente procurando maneiras de melhorar suas operações e se manterem competitivas.

 

IA Generativa no Atendimento ao Cliente

A inteligência artificial também está transformando o atendimento ao cliente. Empresas inovadoras têm adotado modelos avançados de linguagem e técnicas de aprendizado profundo para entender diálogos complexos, incluindo intenções sutis, sentimentos e contexto, e oferecer respostas conversacionais mais humanas. Um exemplo relevante é o caso de uma das principais empresas de e-commerce no Brasil. Enfrentando o desafio de lidar com milhares de mensagens em suas redes sociais diariamente, a empresa adotou a IA Generativa. Essa tecnologia sugere respostas com base em interações anteriores, resultando em uma taxa de respostas mais rápida e um SLA significativamente menor.

Implementar esse tipo de interação no atendimento ao cliente pode resultar em maior satisfação e fidelidade, como quando é utilizada para recomendar produtos ou serviços com base nas preferências e histórico de compras do cliente. Isso pode levar a um aumento significativo no engajamento e, consequentemente, nas vendas. Um exemplo dessa abordagem é uma rede Hortifruti brasileira que, utilizando algoritmos de IA em seu programa de relacionamento, identifica produtos que o cliente ainda não comprou, mas que têm potencial com base em perfis semelhantes. Isso resulta em um aumento da cesta de compras do cliente, do valor médio das transações e, por fim, do Retorno sobre o Investimento (ROI).

 

Desafios na Implementação da Tecnologia

Apesar de seu potencial, esta categoria de inteligência artificial não está isenta de desafios. As empresas precisam considerar as implicações éticas, questões de privacidade de dados e o risco de conteúdo gerado por IA ser usado maliciosamente. Recentemente, a Samsung proibiu o uso do ChatGPT após descobrir que funcionários estavam alimentando-o com dados de documentos confidenciais. Esses incidentes destacam a necessidade de cautela ao usar IA generativa, especialmente quando se trata de informações sensíveis. Por exemplo, deepfakes, que são imagens ou vídeos realistas, porém falsos, gerados por IA, têm o potencial de disseminar desinformação ou serem utilizados para propósitos fraudulentos.

Além disso, há preocupações sobre a IA generativa amplificar ou replicar discriminações e vieses existentes inerentes aos dados de treinamento. Por exemplo, se os dados de treinamento contêm viés de gênero, o modelo de IA também pode exibir o mesmo viés em suas saídas. Isso pode levar a resultados injustos e prejudicar indivíduos ou grupos que já são marginalizados.

Existem também desafios técnicos ao desenvolver uma solução do zero, como a necessidade de grandes volumes de dados de treinamento, recursos computacionais exigidos para treinar os modelos de IA e a complexidade de avaliar a qualidade do conteúdo gerado. Por isso, a escolha de especialistas, como a Smarthis, torna-se crucial para lidar com esses desafios.

 

Adotando a IA Generativa nas Empresas

Considerando todas essas aplicações dos modelos de inteligência artificial, é esperado que líderes empresariais estejam dispostos a adotar essas tecnologias, reconhecendo seu potencial para impulsionar a inovação e melhorar a eficiência nas empresas. No entanto, a adoção bem-sucedida da IA Generativa em uma estratégia de transformação digital requer consideração cuidadosa de vários fatores:

 

Estratégia de Negócios: A IA deve ser integrada à estratégia de negócios da empresa. Isso significa que a adoção da IA deve estar alinhada com os objetivos gerais da empresa e ser vista como uma ferramenta para alcançar esses objetivos.

Cultura Organizacional: A adoção da IA pode exigir uma mudança na cultura organizacional. As empresas precisam estar preparadas para abraçar a inovação e a mudança, e os funcionários precisam estar dispostos a aprender novas habilidades.

Talentos e Habilidades: A implementação bem-sucedida da IA requer talentos e habilidades específicas. As empresas podem precisar contratar novos talentos ou treinar o pessoal existente para gerenciar e operar efetivamente as novas tecnologias.

Dados: A IA depende de grandes quantidades de dados de alta qualidade. As empresas precisam ter estratégias de gerenciamento de dados em vigor e garantir que tenham acesso a dados suficientes para alimentar seus algoritmos de IA.

Infraestrutura Tecnológica: A infraestrutura tecnológica existente de uma empresa deve ser capaz de suportar a adoção da IA. Isso pode exigir atualizações ou melhorias na infraestrutura de TI da empresa.

Ética e Conformidade: As empresas devem considerar as implicações éticas da adoção da IA e garantir que estejam em conformidade com todas as leis e regulamentos relevantes. Isso pode incluir questões relacionadas à privacidade dos dados, viés algorítmico e transparência.

ROI e Métricas de Sucesso: As empresas devem definir claramente como planejam medir o sucesso de suas iniciativas de IA. Isso pode incluir o desenvolvimento de métricas de ROI específicas para IA e o estabelecimento de marcos claros.

Processo Claro e Relevante: É fundamental ter um objetivo claro, que realmente valha a pena ser resolvido por IA. A identificação precisa de desafios e oportunidades que possam se beneficiar do uso da inteligência artificial é essencial para orientar o investimento e os esforços de implementação de forma eficaz.

Parcerias e Colaborações: Muitas vezes, as empresas podem se beneficiar de parcerias com fornecedores de tecnologia, startups de IA, universidades ou consultores para acelerar sua transformação digital com IA.

 

O Futuro dos Negócios

A Inteligência Artificial está pavimentando o caminho para uma nova era de inovação e eficiência nos negócios. Com seu potencial para automatizar processos, gerar novas ideias e personalizar a experiência do cliente, ela está se tornando uma ferramenta indispensável na transformação digital das empresas. Um exemplo notável é a solução de Otimização de Estoque desenvolvida pela Smarthis, que utiliza o poder da inteligência artificial combinado com ferramentas avançadas de aprendizado de máquina e dados históricos. Essa abordagem permite à empresa identificar tendências e realizar previsões, eliminando a falta de estoque e situações de excesso. A solução foi testada com sucesso na maior produtora mundial de embalagens de alumínio e proporcionou um resultado notável: um potencial de economia anual estimado em R$1.800.000,00.

No entanto, é necessário lembrar que a adoção dessas tecnologias é uma jornada, não um destino. Requer uma estratégia, considerando todos os aspectos do negócio. Com a abordagem correta, as empresas podem aproveitar o poder da IA para impulsionar a inovação e transformar a maneira como fazem negócios.

À medida que avançamos para o futuro, é provável que vejamos ainda mais empresas explorando o potencial da IA, moldando o futuro dos negócios no processo. Se você também quer estar na frente dessa transformação, não deixe de conhecer mais sobre as nossas soluções de IA e conversar com o nosso time de especialistas.